segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

O Patrimônio Edificado de Wagner-Ba


Andei por tantos caminhos trabalhando com arqueologia, que volta e meia me pego cheia de dúvidas sobre o que compartilhar neste tão humilde blog. Mas tenho certeza que alguns dos meus 18 seguidores (fiéis) gostarão do que falarei adiante.
Escrevo hoje sobre o município de Wagner-Ba, localizado na Chapada Diamantina, distante 384 km de Salvador, e 65 km de Lençóis. O nome da cidade homenageia o engenheiro alemão Franz Wagner pelos serviços prestados à população durante a seca que assolou o Nordeste no final da década de 1880. Anteriormente se chamava Itacira e depois passou a ser Ponte Nova, hoje é conhecida como Wagner, se destacando por ter um patrimônio edificado diferente das construções das cidades vizinhas, pois foi construída pelos missionários presbiterianos norte-americanos na segunda metade do século XIX. Os vestígios desse passado recente ainda estão de pé e podem ser visitados, dentre eles estão: a Igreja Presbiteriana, o Grace Memorial Hospital, o Instituto Ponte Nova, Internato Feminino e a Escola Agrícola. Em agosto de 2011 o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC) tombou provisoriamente quatro dos cinco imóveis citados. Há também alguns imóveis antigos no Distrito de Cachoeirinha.
Este post é uma pequena homenagem à Dona Belamy Macedo, personagem que tive o prazer de entrevistar, e que cuidou durante tantos anos da memória e da história da cidade (in memorian).

Para quem deseja saber um pouco mais segue um artigo interessante sobre o tema:
NASCIMENTO, E. F. V.C. Norte-americanos na Bahia: o projeto civilizador dos missionários presbiterianos. R. Faced, Salvador, n.11, p.101-113, jan/jun. 2007.

Fachada do Internato Feminino, sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.

Fachada do Internato Feminino, sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.


Fachada do Internato Feminino, sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.

Escada de acesso ao 1º andar (quartos) do Internato Feminino, sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.

Escada de acesso ao 1º andar (quartos) do Internato Feminino, sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.

Escada de acesso ao 1º andar (quartos) do Internato Feminino, sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.
  
Antigas camas das alunas do Internato Feminino, sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.

Detalhe do lastro de uma das camas do Internato Feminino, sede de Wagner-Ba. Julho de 2010. 

Antigas camas das alunas do Internato Feminino, sede de Wagner-Ba. Julho de 2010. 

Escada de acesso a outras instalações  (a partir do 1º andar) do Internato Feminino, sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.

Vista geral a partir do 1º andar do Internato Feminino, sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.

Vista geral a partir do 1º andar do Internato Feminino, sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.

Instituto Ponte Nova,  sede de Wagner-Ba . Julho de 2010.

Instituto Ponte Nova,  sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.

Instituto Ponte Nova,  sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.

Instituto Ponte Nova,  sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.

Instituto Ponte Nova,  sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.

Fachada do Auditório do Instituto Ponte Nova,  sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.

Parte interna do Auditório do Instituto Ponte Nova, ainda conserva as suas cadeiras antigas de madeira,  sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.

Parte interna do Auditório do Instituto Ponte Nova, vista à partir do palco,  sede de Wagner-Ba. Julho de 2010. 

Piano de cauda, está instalado num dos cantos do palco Auditório do Instituto Ponte Nova,  sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.

Detalhe do piano de cauda, Auditório do Instituto Ponte Nova,  sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.

Marca do Instituto Ponte Nova, pintura em azulejos,  sede de Wagner-Ba. Julho de 2010.


Missão Presbiteriana, sede de Wagner-Ba. Foto disponível em: http://www.flickr.com/photos/secultba/6049962647/in/photostream/

Grace Memorial Hospital, sede de Wagner-Ba.  Foto disponível em:
http://www.flickr.com/photos/secultba/6050512278/in/photostream/

Missão Presbiteriana, sede de Wagner-Ba. Foto disponível em:  http://www.flickr.com/photos/secultba/6050516128/in/photostream/

Grace Memorial Hospital, atual Hospital Ponte Nova, sede de Wagner-Ba. Foto disponível em: http://www.flickr.com/photos/wagnercity/5433901690/in/photostream/
No distrito de Cachoeirinha está localizado a 15 km da cidade de Wagner, sendo 3km de estrada pavimentada e 12 km de “terra batida” esta estrada sem asfalto chama-se Estrada de Cachoeirinha ou Estrada dos Boiadeiros ou Tropeiros. Do povoado de Pé de Serra para Cachoeirinha são 8 km de terra. No centro do distrito de Cachoeirinha há algumas casas antigas do período em que, segundo relatos locais, o núcleo populacional se desenvolvera, mas já no final do século XIX, o mesmo núcleo fora transferido para a atual sede onde atualmente está instalada (Wagner), as casas tem estilo neo-gótico, com janelas e portas em forma de V invertido na cor azul cobalto, carecem de melhorias e reformas correndo o risco de serem descaracterizadas pela ação do tempo e de seus herdeiros (NASCIMENTO, 2009).

Casario do Distrito de Cacheirinha, Wagner-Ba. Dezembro de 210.

Casario do Distrito de Cacheirinha, Wagner-Ba. Dezembro de 210.

Casario do Distrito de Cacheirinha, Wagner-Ba. Dezembro de 210.

Casario do Distrito de Cacheirinha, Wagner-Ba. Dezembro de 210.

Casario do Distrito de Cacheirinha, Wagner-Ba. Dezembro de 210.

Pequena Igreja no Distrito de Cacheirinha, Wagner-Ba. Dezembro de 210.

Casario do Distrito de Cacheirinha, Wagner-Ba. Dezembro de 210.


10 comentários:

  1. Oi Sabrina,

    Muito obrigado, volte sempre que quiser. Aproveito e mando por ti um grande abraço ao povo acolhedor de Wagner.
    Lembranças as "meninas" (Cássia, Dona Raimunda, Karem e a outra professora muito simpática que não me recordo o nome agora).

    Até a próxima.

    Greciane Neres

    ResponderExcluir
  2. ISSO ME LEMBRA MUITAS COISAS BOAS!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,

      Que bom que a postagem lhe proporcionou lembranças boas. Obrigado pelo comentário e volte sempre.

      Cordialmente

      Greciane

      Excluir
  3. Parabéns!! ficou muito legal a diagramação.

    ResponderExcluir
  4. Belo Trabalho Graciene! Obrigado pela referencia que fez a minha mae Belamy Macedo.

    ResponderExcluir
  5. Oi Graciene, que trabalho fantastico! Obrigado por fazer uma mencao a Belamy Macedo minha mae.

    ResponderExcluir
  6. Que saudade de Ponte nova. Que saudade de minha querida e eterna Professora Belamy Macedo! Passados mais de 50 anos, lembro-me dela como se fosse hoje.

    Edilson Souza de Oliveira

    ResponderExcluir
  7. Hoje o que chamamos de cachoeirinha era a legitima Wagner ate os anos 70, é a hoje chamada de Wagner era a Famosa Itacira, depois da ponte, estava Ponte Nova do instituto e outro mais, o maior presente da minha vida foi no inicio da minha vida escolar, no Colégio Municipal de Wagner, ter sido aluno da Professora Belamy, a quem Deus deu o dom de ensinar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo, fico feliz em saber que nos visitou e deixou um comentário e mais ainda em dividir conosco suas memórias.
      A cidade de Wagner tem uma história linda e é verdade o que citastes sobre Cachoeirinha e também o antigo nome Itacira, que cá entre nós era mais bonito que Wagner. Obrigado pela visita.

      Volte sempre!

      Arqueologia e Imagem

      Excluir